segunda-feira, agosto 21, 2006

Tanta pressa

Um ministro israelita atirou uma boca sobre negociações com a Síria, nomeadamente a entrega dos Montes Golãs à ditadura de Damasco. Os pacifistas do costume correram logo a citá-lo. A pressa, meus queridos, nunca foi nem é boa conselheira. Muito menos no Médio Oriente. O primeiro-ministro Olmert já disse o que toda a gente séria sabe: quando a Síria deixar de ser um paraíso de terroristas e começar a colaborar activamente na luta contra o terrorismo, então, sim senhor, poderemos falar com Damasco. Como toda a gente séria sabe, ainda faltam muitos anos para que tal aconteça. Tenham calma. A guerra ao terrorismo é longa e passará necessariamente por Damasco.

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

E passa por Bagdad.
Com a comlacência de mais de 100 mil mili do rapaz Bush,
a carnificina continua.
Oscar

4:35 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

e idem passava pelo estupor do sadam

10:39 da manhã  
Anonymous EUROLIBERAL said...

Por Damasco ? Mas para isso é preciso passar primeiro pelo Nasralah, o tal que ferrou um coçóide memorável na soldadesca nazi-sionista...
Eh, eh, eh...

12:44 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home