domingo, dezembro 31, 2006

O patético Zapatero

Andou meses a negociar com a Eta, sabe-se lá porquê. Talvez por uma dívida de gratidão por ter ganho as eleições de Março de 2004. Agora levou com uma bomba no focinho. Os terroristas são sempre iguais. E o patético Zapatero, amigo dos terroristas no Iraque, no Líbano, em Gaza e na Cisjordânia, vai acabar por morrer pela boca. Como os peixinhos. Os espanhóis não são parvos e começam a perceber que a vitória de Zapatero foi obtida à custa de vítimas do terrorismo. Do sangue de inocentes.

2 Comments:

Blogger tina said...

A vitória do PSOE foi um pacto claro com o terrorismo. O que os espanhóis estão a verificar agora é que foi pior a emenda que o soneto.

11:33 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Ninguém os mandou acreditar nos Xucialistas! Olhem para Portugal! Ninguem acreditou neles, por isso, este pais está bem e recomenda-se!

11:38 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home