terça-feira, outubro 25, 2005

Soares

Como os jornais fazem perfis sem sal e pimenta e sofrem de enormes amnésias, seria interessante o Indy ir aos seus arquivos e mostrar aos eleitores com menos de 35 anos o que foi o soarismo em Portugal e em Macau, falar em Maxwell, na Emáudio, no contrabando de Setúbal e outros interessantes assuntos que o abafador Cunha Rodrigues foi gerindo ao longo dos anos.

3 Comments:

Anonymous conelho rosa said...

A consultar
http://www.ocajadodomarocas.blogspot.com

10:31 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

António, por falares em Cunha Rodrigues, não foste tu que te acagaçaste todo há uns anos e, como jornalista, lhe co-denunciaste uma fonte de informação - no caso o então director geral da judiciária - salvo erro pela primeira vez na história do regime democrático em Portugal?

2:32 da tarde  
Anonymous José Narciso said...

O direito ao contraditório...

4:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home