quarta-feira, janeiro 25, 2006

Vozes do dono

José Sócrates falou em cima de Alegre e deixou o segundo candidato mais votado nas presidenciais a falar sozinho. Diz o PS que foi sem querer. Isto é, na sede do PS as televisões estavam desligadas para aliviar a terrível indigestão provocada pela extraordinária votação do candidato apoiado pelos 'socialistas'. Outras fontes, garantem que, face às despesas da campanha e ao corte de verbas pagas pelo Estado, Sócrates deu ordem imediata de poupança nas despesas e que os televisores foram de imediato postos à venda e a luz cortada no Rato, com excepção da sala em que se encontravam os jornalistas para ouvir o secretário-geral do PS.
Acredite quem quiser nas esfarrapadas desculpas socialistas. Mas seja como for importa dizer que, fosse qual fosse a intenção de Sócrates e do seu staff, a verdade é que as televisões se portaram de forma indigna. Bastou aparecer o engenheiro e logo as emissões deixaram Alegre e passaram para o Rato. E com certeza não receberam ordens de ninguém. Foi de motu próprio. É o efeito Pavlov. Estes senhores não são jornalistas. São as vozes do dono. Que muda em função dos votos e de outras coisas. Tristezas, misérias.

3 Comments:

Blogger Blogger said...

José Sócrates em cima de Alegre?
Na Televisão?
Em directo?
(o que eu perdi por não ver TV!!!)
Como?

1:50 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

As televisões estavam a transmitir as declarações dos candidatos após o acto eleitoral.
Sócrates apenas quis mostrar que também tinha sido candidato, embora por interposta pessoa.

12:34 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Até a data é à americana.
Gaita !!!!

9:13 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home