domingo, novembro 05, 2006

Saddam

Um dia histórico para o Iraque, para o Médio Oriente e para o Mundo. Saddam Hussein foi condenado à morte. Com excepção de Israel, em que sempre existiu um Estado de Direito Democrático, é a primeira vez que um ditador é julgado e condenado no Médio Oriente. O Iraque, libertado há três anos da ditadura, vive em democracia há menos de dois anos. Tem Presidente, Parlamento e um Governo eleitos democraticamente. Coisa única não só no Iraque como no Médio Oriente, com excepção de Israel. E para os do costume, importa lembrar que vivem no Iraque 25 milhões de cidadãos. E que só uma ínfima minoria é terrorista. Claro que neste dia histórico só uma organização está contra a condenação: precisamente a Amnistia Internacional. Nada de novo, portanto.

11 Comments:

Blogger António P. said...

Caro António,
A tua "costela" estalinista sempre existe !
Abraços

4:30 da tarde  
Blogger Pedro Sá said...

Tem consciência de que está a defender a pena de morte ???

10:59 da manhã  
Blogger m_24601 said...

Acho uma piada!!
Este "povo" que se ofende com quem apoia a pena de morte!?...Já sei; já sei... Nos países onde é aplicada, as estatisticas...blábláblá.
O mesmo povo, que quer (sabem o que é?) a paz a preço de "revenda".
O mesmo povo, que aceita (aceitam não aceitam?)que ditadores exterminem o seu povo; que terroristas explodam etc.
A paz -como tudo- tem um preço. E ser-se um ditador sanguinário também o tem. Até mesmo no médio oriente!!....
Agora a questão: As vitmas?...Sim as vitimas; não teriam também direitos?
Sabe o que é ser vitima Pedro (de) Sá?

4:30 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Curioso,
como na campanha contra a Jugoslávia do tirano Milosevic, os dirigentes
americanos e europeus da NATO,
eram «Assassinos».
Bravo.
Zulu

10:00 da tarde  
Blogger Pedro Sá said...

É verdadeiramente inacreditável a comparação que é feita a propósito do que disse.

A pena de morte é algo de verdadeiramente inqualificável. Ponto.

10:07 da manhã  
Blogger m_24601 said...

Inqualificável é os crimes hediondos perpretados por facínoras.

E as vítmias; onde ficam??

10:43 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Esta é a anedota da semana
Este gajo é maluco

5:38 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

vava a penade morte. quem a devende os comunas que sempre a aplicaram morte lenta. vejam o v amigo FIDELES! Taa acabar.

9:23 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

VIVA A PENA DE MORTE PARA TODOS OS QUE MATARAM

5:24 da tarde  
Anonymous euroliberal said...

"Com excepção de Israel, em que sempre existiu um Estado de Direito Democrático" diz ARF...

Só contaram pra você... Um país onde menos de 40% dos residentes de jure tem direito de nacionalidade e de voto é democrático ? Onde há 10.000 presos políticos e centenas de execuções sumárias de oposicionistas ao regime de apartheid ? Democrático ?

Você anda bêbado ?

12:34 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Apoio a pena de morte, então vamos a lista primeiro lugar BUSH, Ariel Sharon quase morto, Bin Laden, Sadam, Milosevish será que tem alguem que não mereça morrer

8:07 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home